DINAMÔMETRO DE ROLO INERCIAL COM CARGA SERVITEC PARA CAMINHÕES MODELO 2035

ESPECIFICAÇÕES

Medidas de até 2000HP e 300 km/h e de até 1.200 Kg de Torque;
• Específico para Caminhões de grande porte;
• Rolo de 24" balanceamento de alta precisão;
• Pintura especial de alta resistência;
• Leitor de RPM por garra indutiva (pick up);
• Leitura de RPM via software (Travar Relação RPM X Velocidade);
• Leitor de RPM por leitura direta dos sensores (Bico Injetor, Bobina Indutiva, Tacômetro etc...)
• Leituras Analógicas Configuráveis (MAP, TPS, Temperatura etc...);
• Estação atmosférica com medições automáticas (pressão barométrica, temperatura e umidade relativa do ar);
• Os parâmetros são medidos e corrigidos através da estação atmosférica integrado na aplicação da normalização das curvas: DIN 70020, ISO 1585, SAE J1349, JIS D1001;
• Sonda de leitura da mistura AR/Combustível por sucção (Venturi) com tubo de cobre no escapamento do motor, medidas em tempo real e integrada ao software do Dinamômetro (necessita de ar comprimido 4 a 6 bar);
• Freio Eletromagnético com capacidade de até 1.200kg de torque (sem atrito) - permite frear o Motor por RPM, Velocidade ou por Percentual de freio (configurável via Software WinSSDino). Controle integrado ao software do Dinamômetro e possibilita parada rápida do rolo sem usar o freio do carro;
• Célula de torque - permite medições em tempo real do torque de frenagem aplicado;
• Hardware para comunicação com computador. (Computador, monitor, impressora, etc. não inclusos);
• Curso de utilização incluso (na fábrica da Servitec);
• Manual de instalação e Manual de operação;
• Apoio técnico gratuito por telefone e internet;
• Um ano de garantia para peças e partes do dinamômetro;
• Alimentação 220 Volts Monofásico.

SOFTWARE

Software WinSSDino, em português, desenvolvido pela equipe de engenharia da Servitec - medição de torque na roda, torque no motor, potência, rotação, velocidade, mistura ar/combustível ou lambda, controle do freio eletromagnético, visualização do torque real aplicado na célula de carga, impressão de várias curvas e permite comparações entre os testes tanto na tela como na impressão;
• Medição da potência perdida através dos elementos da caixa de cambio e o conjunto de transmissão.
• Esta medição se realiza na fase de desaceleração do ensaio. (Também é conhecida como potência negativa ou potência dissipada)

Ficou interessado? Envie-nos um email.

GALERIA

VÍdeo